Conheça NOSSOS CURSOS:

24

mai 18

Técnico em química: o profissional e o mercado de trabalho

Publicado em: 24 de Maio de 2018. Atualizado em: 24 de Maio de 2018 - 16:37:00. Publicado por: Cecon.

Todos têm um pouco de curiosidade sobre a manipulação de substâncias químicas em laboratório, sua transformação em produtos complexos e o descobrimento de novos compostos. Esses são alguns dos atributos do técnico em química.
Jovem profissional técnica em química Jovem profissional técnica em química

Todos têm um pouco de curiosidade sobre a manipulação de substâncias químicas em laboratório, sua transformação em produtos complexos e o descobrimento de novos compostos. Esses são alguns dos atributos do técnico em química.

Como sabemos que as mudanças no mercado de trabalho têm forçado algumas pessoas a buscarem recolocação profissional, fizemos este artigo. Nele, vamos mostrar o que faz, o que estuda e o mercado de trabalho do técnico em química.

Quer relembrar a utilidade das lições de Ciências Biológicas e Exatas? Aí vão algumas dicas para te ajudar a decidir pela formação técnica em química e se redescobrir profissionalmente mais uma vez. Acompanhe:

O que faz um técnico em química?

O profissional técnico em química não apenas opera os processos químicos nas indústrias e laboratórios, mas é ainda de maior relevância no planejamento e na coordenação desses processos e seus equipamentos.

As amostragens, análises químicas, físico-químicas e microbiológicas também podem ser feitas por ele. Além disso, as pessoas com boas habilidades de convencimento podem contribuir consideravelmente no processo de venda de equipamentos e produtos químicos.

No vídeo abaixo, você encontra explicações ainda mais detalhadas sobre o dia a dia de um técnico de química. Vejá só:

O que se estuda em um curso técnico em química?

Antes de mais nada, é preciso saber que, para se matricular em um curso de nível técnico, o aluno já deverá ter concluído o Ensino Médio. Existem algumas instituições que aceitam alunos regularmente matriculados no 2º ano, desde que se formem antes da conclusão do curso técnico.

Visto o único pré-requisito, podemos falar sobre os temas que estão, comumente, na grade curricular dos cursos técnicos em química. São alguns deles:

  • Química

  • Análises físico-químicas e microbiológicas

  • Processos industriais

  • Boas práticas de laboratório e de fabricação e outros.

Outros temas um pouco menos conhecidos, mas não menos importantes, são as técnicas de amostragem, metrologia química e matérias sobre gestão ambiental.

O mercado de trabalho na área da química

Nos últimos 3 anos, foram muitos os anúncios de novos investimentos nos núcleos de pesquisas sobre química do país. O BNDES e a FINEP criaram, em 2013, o Plano de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Química (PADIQ). A previsão era a de investir 2,2 bilhões de reais ao longo dos anos 2016 e 2017.

Em 2017, a FINEP, mais uma vez, anunciou o recebimento de um recurso extra, no valor de 1,5 bilhão, vindo de um banco americano. Parte da quantia seria direcionada novamente ao Plano de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Química.

Esses dados só reforçam o interesse crescente no setor químico brasileiro, tanto por parte do nosso próprio país quanto de estrangeiros, e, claro, o quanto ele está propício ao crescimento acelerado.

Em uma pesquisa divulgada pela BBC Brasil, podemos perceber que algumas das atividades exercidas pelos profissionais da área química apareceram na lista dos melhores salários brasileiros de nível técnico.

Bons argumentos não faltaram. Mas, se tudo isso ainda não foi o suficiente para te ajudar na decisão pelo curso técnico em química, você pode conferir o nosso o Guia do Cursos Técnicos em Química e conhecer um pouco mais sobre esse curso.